Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Chris Cornell e a mulher, Vicky

Getty Images

Chris Cornell ter-se-á queixado depois do concerto: “Dei cabo da voz”

Na conversa telefónica que teve com a mulher, depois do concerto, Chris Cornell ter-se-á queixado de problemas durante a atuação

Depois do que viria a ser o seu último concerto com os Soundgarden, Chris Cornell falou com a sua mulher, Vicky, ao telefone.

Segundo o TMZ, Vicky terá contado à família e aos amigos que estranhou o comportamento do marido ao telefone.

Chris Cornell terá negado ligar as luzes da casa da família remotamente, dizendo que o fizera a uma hora em que Vicky sabia que o músico estava em palco, e queixou-se repetidamente da equipa técnica do espetáculo.

"Fizeram asneira outra vez. Tiveram 3 dias para consertar os meus in-ears e só ouvia estática. Não conseguia ouvir. Dei cabo da voz, dei cabo da voz", ter-se-á lamentado.

À medida que o discurso de Chris Cornell se tornava mais ilógico, a sua mulher perguntou-lhe o que tinha consumido, garantindo o cantor que tinha tomado 2 Ativans, para se "acalmar".

A atitude do músico terá recordado Vicky Cornell do período em que o marido teve problemas com o consumo de oxicodona, há 14 anos.

Depois da chamada, Vicky pediu ao guarda-costas do artista que fosse ao seu quarto; depois de arrombar a porta do quarto e a da casa-de-banho, o segurança encontrou o corpo de Chris Cornell.

O frontman dos Soundgarden tinha 52 anos e a sua morte deveu-se, segundo a polícia de Detroit, a suicídio.