Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Não há indicação de cancelamento de concerto de Ariana Grande em Lisboa, garante o promotor português

Álvaro Covões afirmou que não há qualquer indicação de cancelamento do concerto da artista norte-americana Ariana Grande, em junho, em Lisboa, e lamentou o “terrorismo absurdo” que se vive atualmente

Ariana Grande tem concerto marcado para 11 de junho, no Meo Arena, em Lisboa, no âmbito de uma digressão que passou na segunda-feira pelo no Arena de Manchester, no Reino Unido. No final deste concerto, junto a uma das saídas do recinto, ocorreu uma explosão que causou 22 mortos e 59 feridos e o ataque foi reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico. Em declarações à agência Lusa, Álvaro Covões escusou-se a referir se vai reforçar a segurança nos eventos que promove, por razões profissionais: "Não se deve discutir a segurança na praça pública. Na maioria dos grandes eventos, o público tem sentido um forte dispositivo de segurança e há sempre planos de emergência aprovados pelas autoridades".

A acontecer, o concerto de 11 de junho em Lisboa, que não está esgotado, será o primeiro da cantora em Portugal, remarcado depois ter falhado presença no ano passado no Rock in Rio Lisboa, alegando "motivos de doença". Através da rede social Twitter, Ariana Grande manifestou-se destroçada com o que aconteceu, enquanto o agente da artista, Scooter Braun, descreveu o sucedido como um "ato cobarde". Recorde-se que a cantora suspendeu indefinidamente a digressão europeia, aguardando-se entretanto novos desenvolvimentos.

com Lusa