Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Spoon

Spoon lançam hoje disco novo: “A música é uma experiência sensual”

Em Madrid, a banda de Austin conversou com a BLITZ sobre o novo álbum, Hot Thoughts, e não só. Leia aqui um excerto da entrevista

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Os Spoon, que hoje lançam o seu nono álbum, Hot Thoughts, deram recentemente uma entrevista à BLITZ.

Em Madrid, Britt Daniel, vocalista e guitarrista da banda, assim como Jim Eno (bateria) e Alex Fischel (teclas), falaram sobre as suas novas canções, mas também sobre o momento político que se vive nos Estados Unidos ou a forma como a morte de David Bowie influenciou, no ano passado, o nascimento deste seu álbum.

Sobre a escolha de Hot Thoughts para título do disco, a banda concorda que o batismo se adequa ao caráter sensual de canções como "Can I Sit Next To You".

"A música é uma experiência sensual. Apela diretamente às emoções. Por isso é que sempre quis trabalhar em música, por me afetar emocionalmente, de forma tão imediata", diz Britt Daniel. "E sim, Hot Thoughts resume isso tudo".

Para Alex Fischel, o mais recente recruta dos Spoon, na banda desde 2013, o sucessor de They Want My Soul é "um álbum mais suado, mais físico, por oposição ao anterior, que era mais de ambientes".

"Imagina que és um pugilista e estás a treinar para um combate, que é dali a três dias. Tens de ouvir alguma coisa que te deixe motivado, mas que te transporte ao longo de várias emoções", sugere Jim Eno. "Hot Thoughts é um bom disco para ouvir nessas circunstâncias!".

Sobre a forma como os Spoon continuam, na sua segunda década de vida, a apostar em pequenos sons que surpreendam os ouvintes, os músicos explicam a sua atenção ao pormenor.

"Quando ouço um disco ou uma canção, o que me atrai é um som único, que me faça pensar: o que é isto, ou como é que isto foi feito. Ou: nunca ouvi este som!", diz Alex Fischel. "As minhas coisas favoritas nos discos são esses pequenos rebuçados para os ouvidos, aquele momento em que surge um som singular. Até certo ponto, tentamos oferecer isso nos nossos discos, também".

"Num concerto, tens a energia de toda a gente, tens música a voar na tua direção, é mais fácil agarrar a atenção das pessoas", acrescenta Jim Eno. "Em disco, tens três ou quatro minutos para manter uma pessoa interessada, nos seus auscultadores. Uma das formas de conseguir isso é continuar a mandar umas surpresas, e incluir coisas em que se calhar só vais reparar à terceira ou quarta audição".

Por seu turno, Britt Daniel tenta apostar no mesmo efeito surpresa, nas letras que escreve. Em "First Caress", por exemplo, ouvimo-lo cantar "coconut milk, coconut water, you still try to tell me they’re the same”. "Quem me dera poder inventar mais letras dessas", ri-se o vocalista. "O Morrissey teria umas dez dessas tiradas por canção, é um grande letrista. Eu, se inventar uma, já fico contente".

Já no tema-título, há uma referência inesperada ao bairro japonês de Shibuya ("Your teeth shinin so white light up this side street in Shibuya tonight"). Porquê? "A minha namorada esteve lá e contou-me que um tipo qualquer a parou na rua para lhe dizer que ela tinha uns dentes muito bonitos e brilhantes", explica Britt Daniel. "Assim do nada! Estou certo de que se estava a atirar a ela e tenho de lhe dar pontos por ser tão arrojado. Ela contou-me essa história um dia antes de eu começar a trabalhar nas letras do disco, por isso lembrei-me de a incluir".

Hot Thoughts chega hoje às lojas. Os Spoon atuam no NOS Alive, em Algés, a 8 de julho.

A entrevista com a banda de Austin, Texas, pode ser lida na íntegra numa das próximas edições da revista BLITZ.