Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Prince “nunca superou a morte do filho”, diz Mayte Garcia

Ex-mulher do músico escreveu um livro de memórias em que conta a sua relação com este

A ex-mulher de Prince, Mayte Garcia, editou recentemente um livro de memórias no qual aborda a sua relação com o falecido músico.

The Most Beautiful: My Life With Prince foca-se nos quatro anos que Garcia e Prince estiveram casados, de 1996 a 2000, durante os quais tiveram um filho, Amiir, que faleceu com apenas seis dias de idade.

"Acho que ele nunca superou [a morte do filho]", afirma a antiga bailarina sobre Prince, numa das passagens do livro. "Não sei como alguém o pode fazer. Eu ainda não o fiz".

Amiir nasceu com síndrome de Pfeiffer, uma doença rara e genética, que levou à sua morte prematura. Segundo Garcia, a gravidez correu bem até certo dia, em que começou a sangrar, tendo o seu médico recomendado uma amniocentese - um procedimento que permite detetar doenças genéticas - que Prince recusou, preferindo "orar" pela criança.

O bebé nasceu de cesariana, não tendo conseguido ser salvo pelos médicos. "Não consigo descrever o rosto do meu marido. Era pura alegria [quando o bebé nasceu]. E depois ergueram o bebé à luz, e a sua expressão mudou para uma de terror", escreve Garcia.

A ex-mulher de Prince disse, ainda, ter esperado pela morte do músico para contar as suas memórias. "Sei que se iriam escrever muitas coisas sobre ele, positivas e negativas. Queria que as minhas viessem do amor", afirmou. Em vida, Prince nunca se pronunciou sobre a morte do filho.