Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Banda italiana deportada dos Estados Unidos, antes de atuar no festival South By Southwest

O grupo italiano foi interrogado e detido, antes de ser expulso do país

A banda italiana de pós-punk Soviet Soviet foi esta semana deportada dos Estados Unidos, para onde viajou no sentido de atuar no festival South By Southwest, que se realiza até dia 19 de março.

Num comunicado publicado nas redes sociais, a banda explicou todo o caso, ocorrido no passado dia 8, data em que chegaram ao país.

Os três elementos do grupo foram interrogados à chegada ao aeroporto durante cerca de quatro horas, findas as quais foram acusados de imigração ilegal e detidos, passando a noite numa cadeia norte-americana.

Os seus telemóveis foram, ainda, confiscados, tendo a banda sido impedida de contactar as suas famílias. Finalmente, foram encaminhados para um avião com destino a Itália e deportados.

A banda alega que toda a sua documentação estava em ordem e que os concertos no South By Southwest estavam agendados, sendo que os Soviet Soviet não iriam ser pagos pelos mesmos - seriam, exclusivamente, promocionais.

O festival South By Southwest tem recebido várias críticas nas últimas semanas, após ter sido revelada uma cláusula nos seus contratos com as bandas, que diz que quaisquer artistas sem documentação serão denunciados às autoridades e deportados.

Os Soviet Soviet atuarão em Portugal em abril, em duas datas que farão parte da digressão em torno de Endless, o seu último álbum. A banda passará pelo Stairway Club, em Cascais, a 17 de abril e subirá depois até ao Hard Club, no Porto, a 18.

Leia aqui o comunicado dos Soviet Soviet: