Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

U2: “The Joshua Tree” foi há 30 anos. E a BLITZ deste mês tem tudo a ver com isso

A banda irlandesa regressa a um sítio onde foi feliz, o álbum de 1987 que inclui clássicos absolutos como “With Or Without You” e “Where The Streets Have No Name”. Os U2 são capa da BLITZ deste mês: saiba o que pode encontrar lá dentro

30 anos depois, regressam à América com a música que os transformou na consciência do planeta. Bono quer falar para Trump e quer fazê-lo de cima de um palco com as canções de The Joshua Tree, o seminal álbum de 1987, razão de ser da capa da BLITZ deste mês.

Rui Miguel Abreu assina um trabalho que faz a ponte entre o passado brilhante e o futuro de uma banda que insiste em permanecer grande.

"Precisávamos de meter o [próximo] álbum no gelo por um minuto. O mundo é, agora, um lugar diferente e nós necessitávamos de uma oportunidade para reconsiderar tudo", afirmou The Edge à Rolling Stone.

"O resultado da eleição [presidencial americana] exigiu que me colocasse algumas questões. O que é que não estou a ver aqui? Estarei desencontrado com os valores americanos?", interrogou-se Bono no site oficial dos U2, onde também lança pistas sobre a digressão que aí vem. "Adoraria que se tornasse uma oportunidade para que tanto o nosso público como nós próprios pudéssemos colocar a questão 'O que significa hoje ser americano ou europeu?'".

Ao longo das páginas que dedicamos aos U2, há espaço ainda para um ponto de situação em torno do próximo álbum de originais da banda, Songs of Experience.

E, a propósito do 35º aniversário do primeiro concerto de Bono e companhia em Portugal, contamos como é que o mesmo foi visto por Toli César Machado, dos GNR. Memórias de Vilar de Mouros 1982.

Cândida Teresa/BLITZ

Saiba tudo sobre a BLITZ de março, já nas bancas. Inclui, grátis, um CD exclusivo da Ama Romanta, com bandas como Mão Morta e Pop Dell' Arte, e uma impressão de luxo de Bob Dylan.

  • U2 NA CAPA DA BLITZ DE MARÇO, JÁ NAS BANCAS

    Notícias

    O regresso dos U2 a Joshua Tree, a canção como arma política na era de Trump, os últimos concertos de José Afonso, Legendary Tigerman na Califórnia, Ed Sheeran e David Bowie são os destaques, numa revista que oferece um CD da Ama Romanta (com relíquias de Mão Morta, Mler Ife Dada e Croix Sainte, entre outros). E ainda uma impressão de luxo de Bob Dylan