Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Roger Waters

Roger Waters quer tocar “The Wall”, dos Pink Floyd, na fronteira entre os Estados Unidos e o México

Um dos álbuns mais emblemáticos dos Pink Floyd já tinha sido tocado nas comemorações da queda do Muro de Berlim, em 1990, e pode agora fazer parte de um concerto de protesto contra o muro de Trump

Roger Waters revelou, em declarações à Agence France-Presse, que pode voltar a apresentar The Wall num concerto de protesto, planeado para o local onde for construído o muro de separação entre o México e os Estados Unidos da América, proposto por Donald Trump.

Nas palavras de Roger Waters àquela agência, "a música é um local legítimo para expressar protesto; os músicos têm o direito e o dever de abrir a bocas e manifestar-se", afirma Waters.

O anúncio deste concerto surge após várias críticas do músico dos Pink Floyd às políticas do presidente americano, que considerou recentemente o "trumpismo" tão perigoso como o fascismo.

Waters está a preparar um novo álbum a solo e não coloca completamente de parte uma reunião dos Pink Floyd.

MD