Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Creative Commons

Faltam 353 dias para a Noruega desligar as emissões de rádio FM

A nação escandinava irá fazer a transição completa para o digital no espaço de um ano

A Noruega tornou-se, esta semana, o primeiro país a desligar algumas dos seus sinais de rádio FM, com o intuito de passar a utilizar, exclusivamente, as emissões digitais. O país escandinavo pretende completar esta mudança até final deste ano.

Esta mudança prende-se com a necessidade de providenciar um melhor serviço, visto que a geografia montanhosa daquele país não permitia a muitos ouvintes de rádio receber sinais FM com o mínimo de qualidade, algo que não acontecerá com o digital.

Há, no entanto, quem critique a medida e os seus custos; alterar o rádio de um carro para que possa receber sinais digitais, por exemplo, poderá custar até 470 euros. Estima-se que até 2,3 milhões de noruegueses proprietários de veículos não tenham esta nova tecnologia.

O país já havia sido o primeiro em todo o mundo a ter o primeiro canal digital de rádio, o NRK Klassik, lançado em 1995. A medida poderá, em breve, ser implantada noutros países europeus, como o Reino Unido e a Suíça.