Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Estará Donald Trump a subornar músicos para a sua tomada de posse?

O presidente eleito é acusado de estar a subornar músicos para que estes atuem na sua tomada de posse

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, tem um problema sério em mãos: poucos ou nenhuns artistas aceitam atuar no dia da sua tomada de posse, do dia 20 de janeiro, como é tradição.

Nas últimas semanas, chegou a falar-se que nomes como Elton John ou Mötley Crüe estariam na cerimónia, o que foi prontamente desmentido.

Agora, surgem informações de que o "desespero" de Donald Trump poderá estar a levá-lo a subornar vários músicos com promessas políticas, como a de fazer deles embaixadores.

Isso mesmo é dito pelo website TheWrap, que cita vários promotores que afirmam ter sido cortejados com ofertas monetárias e "acesso à administração" em troca de uma atuação na cerimónia.

"O meu primeiro pensamento foi: 'estão a gozar?'. Mas não, era a sério", contou uma das fontes ao TheWrap. Já esta semana, Trump terá discutido com Kanye West a possibilidade de este vir a ser "uma espécie de embaixador" do país.

Para já, apenas dois artistas estão confirmados na cerimónia: Jackie Evancho, ex-concorrente do Got Talent norte-americano, e o cantor de ópera Andrea Bocelli.