Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Legendary Tigerman: dias e noites no deserto Mojave. Parte IV (Dave fez o jantar)

Novo disco do músico português está a ser gravado no mítico estúdio Rancho de La Luna, cravado no deserto da Califórnia. Hugo Franco, jornalista do Expresso, está a acompanhar tudo, nos bastidores. Ao quarto dia, Dave Catching (dos Eagles of Death Metal) preparou o jantar

O Rancho de La Luna é um estúdio de gravações mas é sobretudo a casa onde vive David (ou Dave) Catching, o músico de 55 anos e longa barba branca que faz parte da banda Eagles of Death Metal.

Entre a sala ocupada pelo engenheiro de som Jonathan Russo e o estúdio onde ensaia Lengedary Tigerman fica a cozinha, o local certo para Catching mostrar que além de dominar a guitarra também controla o lume no fogão, mostrando os seus dotes de chef.

Na última noite de domingo, o músico nascido em Memphis faz questão de preparar o jantar aos convidados portugueses: Paulo Furtado, Paulo Segadães, João Cabrita e Afonso Rodrigues, membro dos Sean Riley & The Slowriders e Keep Razors Sharp que aterrou em Los Angeles na noite anterior.

É uma tradição que Dave Catching segue à risca há longos anos naquela casa, mas que não é para todos: "Só preparo refeições para bandas que são cool como eles", explica o guitarrista de olho nas duas frigideiras, que deitam um aroma irresistível.

As batatas já tinham sido descascadas e a salada preparada. Era agora a altura certa para fritar as pernas de frango, que seguindo a receita de um amigo que vive em Berna (Suíça), vão ficar com a pele crocante. "Foi ele quem me ensinou todos os melhores pratos que preparo para os amigos cá em casa", diz.

Em poucos minutos, Dave termina a missão, com mestria. Uma garrafa de vinho tinto de Washington e umas cervejas mexicanas ('Corona' e 'Modelo' são as favoritas) acompanham a refeição, que deixaria o amigo da Suíça orgulhoso do seu pupilo.