Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Disco de ouro dos britânicos Artic Monkeys, que gravaram um álbum no Rancho de La Luna

Legendary Tigerman: dias e noites no deserto Mojave. Parte III (As lendas do Rancho)

Novo disco de Legendary Tigerman está a ser gravado no mítico estúdio Racho de La Luna, cravado no deserto da Califórnia. E o Expresso está lá a acompanhar tudo, nos bastidores. Um pouco de História no terceiro dia em Joshua Tree

Hugo Franco

O rock n' roll é feito de estrelas, umas menos cadentes do que outras. Algumas das maiores percorreram centenas de quilómetros na A66 da Califórnia e entraram na estrada de terra batida que chega à propriedade do músico David Catching, no coração do deserto de Joshua Tree, gravando ali alguns dos seus melhores discos da carreira.

Josh Homme, dono e senhor dos Queens of the Stone Age (QOTSA para os fãs e amigos), é talvez uma dos que mais vezes entrou na casa de Catching. A experiência começou algures entre 1999 e 2000, quando esteve no estúdio a compor a maior parte do material de 'Rated R', de 2000, o segundo disco da banda, que se preparava na altura para entrar no campeonato da fama planetária. Homme continuou a visitar o Rancho nos anos seguintes, sozinho e com amigos.

Foi pelas suas mãos que os ingleses Artic Monkeys por lá passaram, em setembro de 2008, para duas sessões de gravações que contaram também com a ajuda do engenheiro de som Alain Johannes. "O equipamento do estúdio é esotérico", descreveu Homme à imprensa norteamericana durante aquelas sessões no deserto.

Os Monkeys publicaram 'Hambug', no ano seguinte, e contaram a experiência à revista 'Rolling Stone': "Joshua Tree foi diferente de tudo o que havíamos feito até então. Tivemos aquela sensação de conseguir fazer tudo que quiséssemos", descreveu o cantor Alex Turner.

O estúdio de gravação fundado em 1993 por Catching e Fred Drake, que morreu vítima de cancro em 2002, recebeu também Polly Jean Harvey, mais conhecida por PJ Harvey. A cantora gravou com os QOTSA, em 2007, o single "Make It wit Chu", um dos maiores êxitos da banda. Há uma foto de PJ Harvey à porta do Rancho com um caderno e uma caneta.

A lista de lendas vivas do rock que por ali cantaram e tocaram daria para fazer um cartaz de luxo num qualquer festival de música: Mark Lanegan, Dave Grohl (ex-Nirvana e front man dos Foo Fighters) e mais recentemente Iggy Pop são só uns poucos exemplos.

Ultimamente tem-se falado em português no estúdio: Os Legendary Tigerman gravam o sucessor de 'True' no deserto norteamericano. Paulo Furtado, Paulo Segadães e João Cabrita viajam todos os dias de carro pelo mesmo caminho irregular de terra batida percorrido desde 1993 por outros nomes grandes do rock.