Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Kate Bush explica por que razão não fez digressões durante 35 anos

A cantora britânica subiu aos palcos pela última vez em 2014, para o espetáculo Before the Dawn

Numa nova entrevista ao jornal britânico The Independent, Kate Bush explicou as razões que a levaram a abandonar os palcos durante 35 anos, de 1979 a 2014 - ano em que apresentou, no Hammersmith Apollo (Londres), o seu espetáculo Before the Dawn, entretanto editado em CD.

Muito se especulou sobre a recusa de Bush em fazer novas digressões, correndo rumores de que a cantora tinha medo de aviões ou que havia ficado demasiado afetada pela morte de Bill Duffield, seu antigo técnico de luzes, que perdeu a vida num acidente ocorrido durante um concerto da cantora em 1979.

Agora, Kate Bush explicou que tal ausência se deveu, simplesmente, a um acaso. "Não foi planeada, porque gostei muito desses espetáculos [em 1979]. O plano era editar dois álbuns novos e voltar a fazer uma digressão", mas The Dreaming, de 1982, desviou-a desse caminho.

"Fiquei muito envolvida no processo de gravação. E sempre que termino um álbum inicio vários projetos visuais, que dão imenso trabalho. Por isso deixei de ser uma artista que toca ao vivo para ser uma artista que grava álbuns com visuais que os acompanham", explicou.