Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Roger Waters

Roger Waters pede aos Chemical Brothers que cancelem atuação em Israel

O baixista é uma das vozes mais sonantes a clamar por um boicote cultural a Israel

Roger Waters é um dos maiores defensores do povo palestiniano, tendo lutado, nos últimos anos, por um boicote cultural a Israel, apelando a outros músicos para que não lá atuem.

O seu mais recente "alvo" são os Chemical Brothers, que têm um concerto marcado em Tel Aviv no dia 12 de novembro. O baixista juntou-se a vários outros artistas, assinando uma carta aberta em nome da Artists for Palestine UK, que pede ao duo de música electrónica que cancele o concerto.

"A cena hipster em Tel Aviv é uma bolha na superfície de um estado policial, que expulsou metade da população indígena palestiniana em 1948, e que não tem qualquer intenção de deixar os descendentes destes voltar a entrar", pode ler-se na missiva.

E continua, dirigindo-se especificamente aos Chemical Brothers: "Se forem a Tel Aviv, a vossa presença irá ser utilizada pelas autoridades israelitas para assegurarem aos seus cidadãos que tudo vai bem no mundo e ninguém quer saber dos palestinianos".

Para além da carta de Waters e demais artistas, foi também criada uma petição online cujo objetivo é o mesmo - levar os Chemical Brothers a cancelar o seu concerto em Israel. A mesma conta já com mais de 7 mil assinaturas.