Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Johnny Marr diz que os Smiths quase se reuniram em 2008

O guitarrista britânico conta que se encontrou com Morrissey nesse ano para discutir um possível regresso da banda

Numa era em que todas, ou quase, as bandas do passado se têm vindo a reunir, pelo menos uma se mantém indefectível na sua recusa: os Smiths, para desgosto dos seus muitos fãs.

Ao longo dos anos têm sido vários os rumores de uma possível reunião, todos eles desmentidos pelos membros do grupo. Contudo, essa mesma reunião quase aconteceu em 2008, segundo conta o guitarrista Johnny Marr na sua nova autobiografia, Set The Boy Free.

Numa passagem entretanto divulgada, Marr revela que se encontrou com Morrissey nesse ano, pela primeira vez em mais de uma década, e ambos discutiram "seriamente" a perspetiva de uma reunião.

"Ficámos a falar durante horas, sobre os discos de que gostávamos, até batermos nesse assunto", conta, continuando: "de repente, começámos a falar na possibilidade da banda se reunir, e pareceu que com as intenções certas tal poderia mesmo acontecer e ser grandioso".

O encontro entre os músicos, que na altura andavam ocupados com os seus próprios trabalhos (Marr com os The Cribs, Morrissey a solo) acabou por não resultar em nada. "Planeámos encontrar-nos outra vez. Fui para o México com os Cribs, e depois só ouvi silêncio [da parte de Morrissey]", diz.

Marr descarta também qualquer hipótese de reunião dos Smiths: "A comunicação entre ambos terminou aí e as coisas voltaram ao que eram, e ao que eu espero que sejam sempre", diz. Set the Boy Free tem data de lançamento marcada para o dia 3 de novembro.