Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Win Butler, dos Arcade Fire, arrasa Trump numa palestra: “É um verdadeiro pesadelo e uma anedota”

Há mais um músico a criticar publicamente o candidato à presidência dos EUA

Se depender do mundo da música, Donald Trump não será eleito presidente dos Estados Unidos no próximo mês de novembro. A mais recente voz a erguer-se contra o candidato pelo Partido Republicano é a de Win Butler, dos Arcade Fire.

Durante uma palestra em Montréal, no Canadá, com o apoio da Red Bull Music Academy, o músico disse que Trump é "um verdadeiro pesadelo e uma anedota" e discutiu as próximas eleições: "[Se Trump ganhar] haverá imensos miúdos que não terão acesso à saúde e à educação, [e] haverá milhões e milhões de pessoas cujas vidas se alterarão radicalmente".

Donald Trump não foi, contudo, o único alvo das críticas de Win Butler. O músico aproveitou ainda para se colocar contra os serviços de streaming, apontando diretamente o Spotify: "Hoje em dia, 10 mil streams [garantem aos músicos] uns 25 cêntimos", afirmou. "Há alguns anos, vender esses números era suficiente para estar numa banda e levá-la a sério. [Hoje] há uma economia muito estranha".

Numa longa conversa, Butler falou ainda da cidade de Montréal e do impacto que esta teve em si e na sua arte, do tempo que viveu em Houston, no Texas e ainda de David Bowie e do lado mais "musical" da sua família: o avô chegou a tocar com Duke Ellington, a mãe tocava harpa. Veja a conversa inteira, em baixo.