Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Kanye West adia concertos na sequência do assalto a Kim Kardashian

A mulher do rapper terá ficado sem joias no valor de oito milhões de euros. A autarca de Paris já condenou o sucedido

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Kanye West adiou dois concertos da sua digressão Saint Pablo, na sequência de a sua mulher, Kim Kardashian, ter sido assaltada em Paris, sob ameaça de uma arma de fogo.

"Devido a problemas familiares, as datas em Filadélfia e Detroit têm agora uma nova data", anunciou a promotora Live Nation. Os espetáculos, marcados para hoje e quinta-feira, acontecerão assim em dezembro.

Kim Kardashian, que estava em Paris para assistir à Semana da Moda, diz ter sido vítima de um assalto à mão armada no hotel onde estava hospedada, estimando-se que tenha ficado sem joias no valor de nove milhões de dólares (cerca de oito milhões de euros).

Ao saber do sucedido, Kanye West interrompeu um concerto em Queens, Nova Iorque. Em França, o sucedido despertou um debate sobre a segurança no país; desde os atentados terroristas perpetrados em solo francês, o turismo em Paris tem vindo a perder expressão.

Em comunicado, a presidente da câmara de Paris, Anne Hildalgo, escreveu: "Condeno o ataque de que Kim Kardashian foi vítima no seu hotel. Endereço-lhe o meu apoio e a mensagem de que será sempre bem-vinda em Paris. Acredito piamente que a polícia será veloz a identificar e deter os autores destes atos".