Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Green Day atacam Donald Trump em concerto: “Não ao racismo”

A banda norte-americana insurgiu-se contra o candidato à presidência dos EUA durante um concerto em Nova Jérsia

Os Green Day deram início a uma nova digressão, a poucos dias da edição de Revolution Radio, o seu novo álbum de estúdio, que chega às lojas no dia 7 de outubro.

Durante um espetáculo em Nova Jérsia, no Starland Ballroom, o vocalista Billie Joe Armstrong aproveitou nova oportunidade para se insurgir contra Donald Trump, candidato à presidência dos Estados Unidos pelo Partido Republicano.

Numa interpretação de "Holiday", tema retirado ao seu álbum mais político, American Idiot, Armstrong começou por perguntar à audiência o que achava de ambos os candidatos - Trump e Hillary Clinton -, ao passo que o público respondeu com vaias.

"Não ao racismo, não há racismo nesta sala neste momento, não há supremacia branca nesta sala neste momento. Estamos juntos para apontar as tretas de todos os políticos", afirmou ainda. O músico alterou ainda a letra do tema em questão, transformando «pulverize the Eiffel Tower» em «pulverize the Trump Towers».

Trump não terá sido o único a merecer repúdio por parte do vocalista, contudo; Chris Christie, governador de Nova Jérsia e apoiante de Donald Trump, foi igualmente um dos visados.

Veja o momento, aqui: