Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Lenda do black metal norueguês eleito para cargo municipal contra a sua vontade. E tudo por causa de um gato

Fenriz, dos Darkthrone, venceu uma eleição com o slogan "por favor não votem em mim"

Nascido Gylve Nagell em 1971, Fenriz é uma das metades dos Darkthrone, banda de culto do black metal norueguês responsável por discos como A Blaze in the Northern Sky e Transilvanian Hunger.

Conhecido sobretudo pela sua postura em relação à indústria da música, preferindo alhear-se de tudo isso - não só se recusa a dar concertos como ainda recusou ser nomeado para um prémio de música norueguês -, Fenriz terá agora um novo desafio pela frente: o de político.

Um desafio que o músico não pediu, e o qual não está contente por ter pela frente. Passamos a explicar; Fenriz ganhou uma eleição para um cargo municipal na pequena cidade de Kolbotn, a dez minutos de Oslo, após juntar-se a uma lista de suplentes dos candidatos principais. "Concordei em fazê-lo porque achava que iria ser o 18º da lista, e não teria que fazer nada", explica agora.

Sob o slogan "por favor não votem em mim" e a fotografia de campanha em que surge segurando um gatinho, Fenriz nunca poderia pensar que os votantes o elegessem - mas foi o que aconteceu. "Basicamente, quando os tipos do costume adoecerem ou algo assim, terei de ir às reuniões e sentir-me como um idiota", confessou à CLRVYNT, acrescentando, sarcasticamente, "sou um pilar da minha comunidade".

O mandato de Fenriz, eleito pelo Partido Liberal norueguês (centro-esquerda), durará quatro anos, durante os quais não poderá abandonar o cargo segundo a lei norueguesa. Quanto aos Darkthrone, irão lançar em breve o seu novo álbum, Arctic Thunder, no dia 14 de outubro. Veja aqui a foto que valeu a Fenriz uma vitória nas eleições: