Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Facebook Karrie Keyes

Sem esta mulher os Pearl Jam não soariam tão bem

Karrie Keyes é a técnica de munição dos Pearl Jam há quase 25 anos

Por detrás de uma grande banda está sempre uma grande mulher, poderia dizer o ditado. Tal é o caso nos Pearl Jam, com quem Karrie Keyes trabalha enquanto técnica de munição há quase 25 anos.

Em entrevista à NPR, Keyes levantou um pouco o véu sobre o seu trabalho, revelando que até os fãs da banda norte-americana já a conhecem: "Para eles, sou 'a miúda do microfone', porque [em palco] testo os microfones", disse.

Enquanto técnica de munição, e ao contrário de um técnico de som, o trabalho de Keyes não é cuidar daquilo que é escutado pela audiência, mas sim do que é ouvido pelos próprios músicos, durante concertos ao vivo. "Às vezes é fácil porque todos querem ouvir o mesmo; outras vezes é bastante difícil, porque nenhum deles o quer", conta.

Durante os concertos dos Pearl Jam, Keyes encontrar-se-à sempre perto do palco, comunicando com os membros da banda através de gestos. E orando, evidentemente, para que condições de tempo adversas não tornem o seu trabalho mais difícil - a chuva, a humidade, e até o tamanho do público são factores a ter em conta.

Há uns anos, e de forma a combater o facto de muitos destes técnicos serem, ainda hoje, quase exclusivamente homens, Keyes criou o grupo SoundGirls, de auxílio e mentoria às mulheres que trabalham com áudio. "Toda a gente teve um professor ou um guia. A equipa, e a banda, merecem estar ali [em cima do palco]", independentemente de serem homens ou mulheres, diz. Leia aqui o artigo original.