Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Cigarettes After Sex: o repouso absoluto da última noite do Vodafone Paredes de Coura

Depois de um Tallest Man On Earth no palco principal, uma das bandas mais calmas da terra (dos tempos recentes) no secundário. Dream pop vagarosa vinda do Texas

Rita Carmo

Rita Carmo

Fotojornalista

As biografias oficiosas usam e abusam do termo "ambient pop", mas os texanos Cigarettes After Sex recordam-nos, logo à partida, compatriotas Mazzy Star. A cadência é lenta e dolente, a guitarra dedilhada como num blues em câmara lenta, a voz planante. Mas ao contrário do que acontecia com a banda de Hope Sandoval, aqui nada acontece de especial. Paredes de Coura 2016 não está habituado a esta desaceleração, mas a multidão que abandona o palco principal após o concerto de Tallest Man On Earth não tem outro remédio senão entregar-se à modorra.

Românticos, relaxados e sem pressas (e sem grandes encantos), os Cigarettes After Sex começam como acabam: devagar, devagarinho, sem cativar. Ninguém os percebe muito bem (e dois concertos "a morrer" é abuso numa noite de sábado) e a história desta edição não passa por aqui.