Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Adele rejeita atuar no intervalo da Super Bowl: “Não tem nada a ver com música”

A cantora britânica reagiu à hipótese de vir a atuar no intervalo da final do campeonato de futebol americano

Afinal, Adele não irá atuar na Super Bowl, a final do campeonato de futebol americano, em 2017. A cantora britânica reagiu às notícias que davam conta de que estaria a preparar-se para suceder aos Coldplay, que se ocuparam do halftime show da final em fevereiro deste ano.

Durante um concerto em Los Angeles, no passado sábado, Adele afirmou ter rejeitado a oferta da NFL, a liga profissional da modalidade nos Estados Unidos: "Não vou cantar na Super Bowl. [Esse evento] nem sequer tem nada a ver com música", disse, acrescentando, com humor, que "não sabe dançar ou algo assim" e que, por conseguinte, não poderia oferecer um espetáculo tão distinto quanto os anteriores.

A NFL, contudo, já reagiu. Ao contrário do que afirmou o jornal The Sun na passada semana e do que disse Adele em Los Angeles, a liga de futebol americano - juntamente com a Pepsi, que patrocina o espetáculo de intervalo na Super Bowl - diz nunca ter convidado formalmente Adele. "Conversámos com vários artistas, mas não propusemos nada formalmente", garante.

Veja Adele a comentar a possibilidade de vir a atuar na Super Bowl, em Los Angeles: