Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Skrillex

Getty Images

Skrillex abre concerto dos Guns N' Roses. “Quando entrei em palco, as pessoas ficaram 'que m*rda é esta?'”

Produtor e DJ norte-americano diz que já esperava uma má receção mas que mudou o seu set e conseguiu conquistar o público

Skrillex, DJ e produtor de música eletrónica, assegurou a primeira parte de um concerto dos Guns N' Roses em Houston, nos Estados Unidos, no início de agosto, e falou à Rolling Stone sobre a experiência: "quando entrei em palco, as pessoas estavam sentadas e ficaram 'que m*rda é esta?'. Mas depois acabaram por cantar em coro comigo".

Foram os próprios Guns N' Roses que convidaram o artista para atuar antes deles. Skrillex diz ter ficado em choque e o convite acabaria por ser muito criticado pelos fãs: "encarei isso como um desafio para ver o que conseguia fazer nessas circunstâncias".

Fã de metal desde sempre, o músico diz ter feito remisturas especiais para o concerto: "juntei as minhas grandes canções e, claro, remisturei-as e fiz mash-ups. Juntei também um punhado de canções de metal antigas. A minha receita foi essa: atirar-lhes com Iron Maiden, Metallica, Pantera. Em 'Purple Lamborghini' juntei o acappella do Lemmy do 'Ace of Spades' no instrumental, portanto ficou com um pouco de Rick Ross e um pouco de Lemmy'".

"Houve momentos, quando passei Queen ou o primeiro sample de Metallica, em que as pessoas ficaram entusiasmadas. O coro ficou gigante", disse ainda o artista. "Quis entreter as pessoas. Não foi uma coisa egoísta. Não quis marcar uma posição ou fazer o oposto e dizer para se irem lixar. Quis criar algo que ficasse na memória dos fãs".