Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Como Leonard Cohen se despediu de Marianne

Musa inspiradora do cantor e poeta canadiano morreu aos 81 anos

Morreu Marianne Ihlen, norueguesa que foi amante e musa inspiradora de Leonard Cohen e que ficou para sempre imortalizada por este em "So Long, Marianne". Tinha 81 anos e havia sido diagnosticada com leucemia.

O poeta e músico soube da notícia do internamento de Marianne há algumas semanas, pela mão do cineasta Jan Christian Mollestad, que realizará um documentário acerca da sua conterrânea.

Ainda em vida, Marianne teve a oportunidade de ler uma última carta de Cohen, em que este admite que "a seguirá muito em breve" e escrevendo também que "sempre a amou pela sua beleza e sabedoria", desejando-lhe uma "boa viagem" e "todo o amor".

De acordo com o cineasta, Marianne terá "sorrido como só ela sabe" ao ler a carta de Cohen. "A tua [de Cohen] benção deu-lhe forças extra", esceveu Mollestad ao canadiano. "Após a sua alma ter voado janela fora para novas aventuras, nós beijámos a sua testa e sussurrámos as tuas palavras eternas: So long, Marianne".

Cohen e Marianne conheceram-se nos anos 60, na ilha de Hidra, Grécia. De acordo com o mito, o poeta tê-la-á visto a chorar num mercado - após ter tido conhecimento do caso do seu então marido com outra mulher - e convidou-a para se juntar aos seus amigos.

Nos anos subsequentes, Cohen e Marianne partilhariam uma paixão imensa; o primeiro dedicou-lhe não só Flowers For Hitler, um dos seus livros, como também escreveu "So Long, Marianne" em sua homenagem, após o fim da relação, sendo que a versão original intitulava-se "Come On, Marianne", um pedido para que a "musa" voltasse para junto de si.

A história de ambos foi relatada em 2014 pela radialista norueguesa Kari Hesthamar, que escreveu So Long Marianne - A Love Story, após ter entrevistado ambos.

A morte de Marianne foi também assinalada nas redes sociais, sendo vários os que homenagearam a norueguesa na página oficial de Leonard Cohen no Facebook. Leia aqui essas mensagens: