Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Temple of the Dog, supergrupo grunge dos anos 90, voltam ao ativo em novembro

A banda que nasceu como tributo a Andrew Wood, dos Mother Love Bone, irá dar alguns concertos nos Estados Unidos

É uma boa notícia para os fãs do grunge: os Temple of the Dog, supergrupo formado por Chris Cornell (Soundgarden), Stone Gossard, Jeff Ament, Mike McCready e Matt Cameron (Pearl Jam) irão regressar aos palcos em novembro, para cinco concertos pelos Estados Unidos.

Esta mini-digressão servirá para celebrar os 25 anos do lançamento do seu álbum homónimo, editado em abril de 1991. Os Temple of the Dog nasceram de uma ideia de Chris Cornell, que pretendia homenagear o amigo Andrew Wood, dos Mother Love Bone, falecido um ano antes.

Durante o seu curto período no ativo, entre 1990 e 1992, os Temple of the Dog atuaram ao vivo apenas uma mão cheia de vezes, nunca tendo tocado por mais do que uma hora. Estes concertos servirão, portanto, para "ver como nos sentimos ao ser a banda da qual nos afastámos há 25 anos", nas palavras de Chris Cornell.

Para além dos concertos, a banda irá reeditar o disco lançado em 1991, juntando-lhe várias maquetas e material inédito, estando a produção a cargo de Brendan O'Brien (que tem, no currículo, trabalhos com artistas como os Pearl Jam, Bruce Springsteen e RHCP). O lançamento está previsto para o dia 30 de setembro e já está disponível em regime de pré-venda.

Para já, estão confirmados apenas concertos nos Estados Unidos, não se sabendo se a "reunião" dos Temple of the Dog poderá passar no futuro pelo continente europeu. Confira as datas:

4/11 - Filadélfia, Tower Theater
7/11 - Nova Iorque, Madison Square Garden
11/11 - São Francisco, Bill Graham Civic Center
14/11 - Los Angeles, The Forum
20/11 - Seattle, Paramount Theater