Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

EDP Cool Jazz

Nuno Farizo

EDP Cool Jazz: duas estreias nos dois primeiros dias de festival que regressa domingo

O festival regressa no domingo a Oeiras depois de cumprir as duas primeiras noites com duas estreias em Portugal, a da norte-americana Jill Scott na terça-feira e a da inglesa Frances, na quarta-feira

O EDP Cool Jazz, que decorre até dia 27 de julho, arrancou na terça-feira nos Jardins do Palácio Marquês de Pombal, com a estreia em Portugal da cantora, compositora e atriz norte-americana Jill Scott depois de a primeira parte do concerto ter sido garantida por Charlie Wilson.

Jill Scott apresentou o seu mais recente álbum de originais, 'Woman', e também uma compilação que reúne alguns dos seus maiores êxitos, 'Golden Moments'. A cantora subiu ao palco com o cachecol de Portugal para assinalar a conquista do campeonato europeu de futebol pela seleção nacional, conquistando de imediato o público. A simpatia, a par da voz poderosa, com uma sonoridade soul, jazz e R&B, deixou os presentes rendidos, resistindo ao frio e vento forte daquela noite.

Na quarta-feira, o segundo dia do festival, foi a vez da inglesa Frances marcar a sua estreia em Portugal. Apelidada já pelos críticos como "a nova Adele", Frances subiu ao palco dos Jardins Marquês de Pombal numa noite novamente frita e ventosa que, em alguns momentos, despertou a atenção e receio da própria artista. De mãos ao piano durante uma hora de concerto, a música de Frances, com letras profundas e emotivas, que até já lhe garantiu nomeações para o "Brits Critics' Choice" e "BBC Sound of 2016", entrou em harmonia com o cenário. A artista trouxe temas como "Borrowed Time" - composto em parceria com Howard Lawrence, da dupla Disclosure - e o seu mais recente single "Don't Worry About Me", lançado em março deste ano. Com um público pouco conhecedor, sempre em silêncio, mas aparentemente encantado, o entusiasmo só apareceu no fim do concerto, com "Grow", a música celebrizada no anúncio publicitário da marca que patrocina o festival.

O EDP Cool Jazz interrompe a sua programação durante três dias e regressa no domingo com Cinematic Orchestra, um grupo multi-instrumental de nove músicos que fundem o jazz e a música eletrónica. A primeira parte estará a cargo de Salvador Sobral.

No festival vão ainda atuar Seal e os HMB, Stacey Kent e Marta Ren, Koop Oscar Orchestra e Nouvelle Vague, Omara Portuondo e Diego el Cigala e Marisa Monte com Carminho.
O cooljazz foi lançado pela primeira vez em 2004 e, até agora, já produziu mais de 130 concertos, para 275.000 espetadores. À última edição assistiram 46.000 espetadores, em sete dias de concertos.

Lusa