Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés: “Arrepiei-me todo quando ganhámos o Euro e começou a tocar a nossa música”

O guitarrista confessa ter sofrido “um rodopio enorme de emoções”, assim que os versos do êxito de 1987 da sua banda se fizeram ouvir no Stade France, em Paris, após o apito final do Portugal x França

No final do jogo Portugal x França, que tornou a Seleção Nacional campeã europeia de futebol, milhares de portugueses cantaram no Stade de France, em Paris, "A Minha Casinha", um dos maiores êxitos dos Xutos & Pontapés.

A canção, uma adaptação de um tema interpretado pela primeira vez no filme "O Costa do Castelo", de 1943, era desde o início da prova um habitué para entreter o público antes e depois dos jogos em que Portugal se viu envolvido.

A projeção e o impacto que ganhou nos festejos da vitória - Cristiano Ronaldo chegou a cantá-lo ao microfone no autocarro que transportou os jogadores portugueses pelas ruas de Lisboa - tornaram-na o "hino" não oficial da Seleção nesta jornada de glória.

À edição de hoje do jornal i, Zé Pedro admite que "a emoção da vitória de Portugal, juntamente com ouvir aquela canção cantada ali, no estádio" lhe causou "um nó na garganta". "Arrepiei-me todo quando ganhámos o Euro e começou a tocar a nossa música. Foi uma honra enorme", acrescenta o músico que revela ter sentido "um rodopio enorme de emoções".

No dia seguinte, a propósito dos festejos em Lisboa, Zé Pedro voltou a emocionar-se: "Arrepiei-me todo ao ouvir o melhor jogador do mundo a cantar a nossa música, nem queria acreditar (...). Quando se constrói uma carreira como a nossa é muito gratificante ficar associado a um momento histórico como este". Quase 30 anos depois de ser editada, "A Minha Casinha" - na versão Xutos - "é uma música que vai ao encontro do coração dos portugueses", considera. "Tornou-se a música de Portugal", conclui.