Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Ozzy Osbourne diz que não se quer reformar

O vocalista dos Black Sabbath garante que, se dependesse dele, a banda continuaria

Se dependesse de Ozzy Osbourne, os Black Sabbath continuariam por mais algum tempo. A garantia foi dada pelo próprio vocalista à Billboard, numa entrevista recente.

Ozzy diz-se "desapontado" com o facto de esta digressão dos Black Sabbath ser também a última, revelando a sua disponibilidade para continuar - que esbarra na vontade do guitarrista Tony Iommi. "O Tony quer fazer 80 concertos, e é o que vamos fazer. Mas não me importava de dar mais alguns", comentou.

O músico garantiu ainda que irá prosseguir com a sua carreira a solo mesmo após o fim desta digressão, e consequentemente dos Black Sabbath enquanto banda. "Não sou eu que me quero reformar, são os Black Sabbath", atirou.

A última digressão dos Black Sabbath não passará por Portugal, estando o último concerto da banda marcado para o dia 4 de fevereiro, em Birmingham, Inglaterra, a sua cidade natal.