Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Samuel Úria

Rita Carmo

Festival Silêncio apresenta cartaz: Samuel Úria, Old Jerusalem e Aline Frazão, entre outros, em Lisboa

O festival contempla várias áreas e começa em Lisboa a 30 de junho

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

O Festival Silêncio, que se apresenta como um evento "participativo e transdisciplinar", regressa este ano a Lisboa, com várias propostas no campo da música.

Anunciadas foram atuações de Tormentas, o projeto que junta Filho da Mãe & Ricardo Martins à voz e às palavras de Miguel Borges (30 de junho, 22h, no Jardim Dom Luís); da dupla Bruta, de Ana Deus e Nicolas Tricot (3 de julho, 20h, Rua das Gaivotas, 6); de Joana Barra Vaz, que em setembro lança o primeiro álbum, Mergulho em Loba (3 de julho, 18h30, Jardim Dom Luís); do guitarrista Rogério Cardoso Pires, que vem tocando com João Afonso ou Zeca Medeiros (3 de julho, 17h30, Jardim Dom Luís) e da dupla Lavoisier (1 de julho, 20h30, Jardim Dom Luís).

Também no Festival Silêncio, que se propõe celebrar o poder da palavra, atuarão a cantora lisboeta Sallim (30 de junho, 20h30, Jardim Dom Luís), o rapper Maze, dos Dealema, agora a solo (30 de junho, 23h, Musicbox); Lula Pena, que em breve lança o álbum Archivo Pitoresco (3 de julho, 22h, Jardim Dom Luís); Samuel Úria, em defesa do novo Carga de Ombro (2 de julho, 22h, Jardim Dom Luís); Old Jerusalem, que este ano editou A Rose Is a Rose Is a Rose (3 de julho, 20h30, Jardim Dom Luís); Aline Frazão (2 de julho, 20h30, Jardim Dom Luís); Filipe Sambado (1 de julho, 19h30, Jardim Dom Luís), ou Acid Acid + Violeta Azevedo (3 de julho, 16h30, Jardim Dom Luís).

Para saber mais sobre a programação do Festival Silêncio, que oferecerá outros concertos, além de eventos de poesia, teatro, literatura, cinema e outras artes, consulte o site do certame.