Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

NOS Primavera Sound 2016

Rita Carmo

Como gastamos o nosso dinheiro quando vamos a festivais? No Reino Unido é assim

Uma empresa britânica realizou um estudo para tentar perceber onde gastam mais dinheiro os festivaleiros

Não é só no bilhete ou no passe que gastamos o nosso dinheiro quando vamos a um festival de música. Há diversos outros factores que entram posteriormente na equação: transportes, alimentação, dormida...

Um estudo realizado pela empresa britânica The Events Structure procurou saber em que é que, exatamente, gastam os festivaleiros britânicos o seu dinheiro. Cerca de 10 mil pessoas foram questionadas para chegar a estes resultados.

Desde logo, saltam à vista os custos com a alimentação; em todas os grupos e faixas etárias, excepto na dos festivaleiros com idades compreendidas entre os 55 e os 64 anos, é aqui que o público mais gasta o seu dinheiro. No geral, 38,8% dos inquiridos dizem estar mais predispostos a pagar mais por produtos alimentares que por outros.

Logo a seguir, encontra-se o álcool (29,6%), as águas e refrigerantes (24,8%) e o merchandising (16%). Mas também se encontram diferenças entre géneros: as mulheres preferem pagar mais por comida do que os homens (40,7% contra 36%), por exemplo.

Não só isso, como foram ainda detectadas diferenças entre três das quatro nações que compõem o Reino Unido (a Irlanda do Norte não foi contabilizada): apenas 14,3% dos escoceses preferem pagar mais por álcool que os ingleses (33,7%) e os galeses (20,1%).

Os motivos que levam os festivaleiros a gastar dinheiro foram igualmente desvendados, sendo que a relação qualidade-preço encontra-se no topo da tabela em todos os grupos (56,6%, no geral). Todos os dados podem ser consultados aqui.