Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Quando Prince e os Beatles conheceram Muhammad Ali

O mundo da música sempre teve um carinho especial pelo pugilista, falecido esta sexta-feira

Sabia que Muhammad Ali editou, em 1976, um álbum para crianças de prevenção da cárie dentária? Ou que esteve nomeado para um Grammy após editar um álbum de comédia?

Estes são só alguns exemplos daquilo que une o falecido pugilista ao mundo da música, ele que teve um impacto enorme na cultura pop desde os anos 60. São várias as canções que o homenageiam, de artistas como Bob Dylan, Ben Folds, R. Kelly, LL Cool J ou T.I., por exemplo.

Mas não é só: o próprio Ali dizia ser "o Elvis Presley do boxe", ao mesmo tempo em que admitia o seu apreço pelos Beatles - que conheceu em 1964, antes da digressão destes pelos Estados Unidos.

À altura, Ali ainda respondia pelo nome de Cassius Clay, ao mesmo tempo que a Beatlemania começava a "infectar" adolescentes de todo o mundo. O encontro, contudo, quase que não aconteceu: os Beatles preferiam encontrar-se com Sonny Liston, que seria o adversário de Clay dentro de uma semana (dizendo John Lennon que não queria conhecer "o fala-barato derrotado"...), optando pelo "maior" só depois de Liston os rejeitar.

Outro encontro marcante do pugilista com músicos aconteceu em 1997, quando Ali conheceu Prince pela primeira vez. O mote era o livro do desportista sobre tolerância e compreensão, HEALING.

Neste caso, nem foi preciso convencer Prince; de acordo com o falecido músico, a proposta foi-lhe feita (e imediatamente aceite) por telefone. "Um amigo ligou-me e disse-me que o Muhammad Ali queria- e eu disse, 'sim'. Nem o deixei acabar a frase", relatou. "O Muhammad Ali é o meu herói, desde criança. É uma inspiração para muitos".

Algumas das últimas publicações de Muhammad Ali nas redes sociais têm a ver, na verdade, com Prince: um dia após a morte do músico, o pugilista escreveu no Twitter que "perdemos um verdadeiro original" e "um génio", partilhando também uma foto tirada com este.

O seu último post nesta rede social data de 10 de maio e também está relacionado com música - tendo Ali desejado um feliz aniversário a Bono, "campeão dos direitos humanos", uma causa que esteve sempre próxima do desportista.