Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Confirmada causa de morte de Prince

O artista norte-americano faleceu na sequência de uma overdose de opiáceos

A causa de morte de Prince é oficialmente conhecida. Testes toxicológicos confirmam o que desde o final de abril já se aventava na imprensa, apesar de o resultado da autópsia se ter revelado inconclusivo: foi a sobredosagem de opiáceos a causa do seu colapso a 21 de abril, avança a Associated Press.

Desde o início de maio que os investigadores procuravam esclarecer o papel que os analgésicos tiveram na ida do artista ao hospital, de emergência, uma semana antes da morte. A Associated Press avança que as autoridades procuravam perceber se havia ou não um médico no avião, na altura em que este teve de fazer uma aterragem de emergência para que Prince fosse atendido. A agência noticiosa reporta que Prince estava inconsciente no momento em que o avião aterrou e que lhe foi imediatamente administrada no hospital uma dose de Narcan, usado para reverter overdoses de opiáceos. Na altura, disse-se que Prince estaria a sofrer de desidratação ou com gripe.

Mais tarde foi ventilado que Prince estava a debater-se com um vício de analgésicos, alegadamente espoletado por dores nas ancas (resultado de uma operação recente). De acordo com a Rolling Stone, os amigos tentaram que o músico se acercasse de um especialista, Howard Kornfeld, que gere um centro de tratamento deste tipo de dependências na Califórnia. Um advogado do médico contou ao New York Times que enviou o seu filho, Andrew, a Paisley Park para se encontrar com Prince, precisamente no dia em que o músico foi encontrado sem vida: terá sido precisamente Andrew Kornfeld a telefonar para a linha de emergência.

Prince está na capa da BLITZ de junho, nas bancas.