Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Troy Ave

Troy Ave preso e acusado de homicídio após tiroteio

Rapper nova-iorquino esteve envolvido num incidente numa sala de espetáculos anteontem

O rapper Troy Ave, de Brooklyn, foi preso e está acusado de homicídio depois de um tiroteio na sala de espetáculos Irving Plaza, durante um concerto de hip-hop, anteontem, confirmou a polícia de Nova Iorque à Billboard.

Além de acusado de homicídio e tentativa de homicídio, Ave foi levado pela polícia por posse de arma, conduta imprudente e ameaças. O tiroteio terá decorrido nos bastidores da sala de espetáculos, durante os concertos de Maino e Uncle Murda, que antecipavam uma atuação de T.I..

A polícia nova-iorquina divulgou imagens que mostravam o MC de 30 anos, de perna ensanguentada, a disparar numa área do backstage. O problema terá começado na sequência de desentendimentos entre Ave e a equipa de Maino, que resultaram em três feridos, incluindo Ave, e num morto, Ronald McPhatter, guarda-costas do rapper, que foi atingido no estômago e acabaria por falecer no hospital.