Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Festival da Eurovisão visto por 204 milhões de espectadores

O certame, que ontem completou 60 anos, sagrando-se o mais antigo concurso anual de música do mundo, foi este ano visto por 204 milhões de espetadores, divulgou a União Europeia de Radiodifusão (UER)

"Os três espetáculos ao vivo de Estocolmo [na Suécia], nos dias 10, 12 e 14 de maio, atingiram 204 milhões de espetadores, em 42 mercados", revelou a UER, que organiza o certame, num comunicado em que dá nota do aumento de cinco milhões espectadores, em relação a 2015.

A final do festival, que se realizou pela primeira vez a 24 de maio de 1956, alcançou este ano, "em média, uma quota de audiência de 36,3%, em 40 mercados", ou seja, mais do dobro da média obtida em 'primetime' por outros canais de televisão, que se ficaram pelos 15,7%.

Uma subida de audiências que para a diretora-geral da UER, Ingrid Deltenre, citada no mesmo comunicado, espelha que o evento, "ainda tem o poder de unir os espectadores de todas as idades, em todo o mundo".

Na Suécia, este foi o melhor resultado em termos de público, desde 2000, ano em que, como país anfitrião do festival, registou 3,6 milhões de espectadores, ao longo do três horas e meia de concurso.

Dos 42 países que transmitiram o festival, a Islândia foi aquele que registou maior percentagem de espectadores (95,3%), apesar de, pelo segundo ano consecutivo, o país não ter sido apurado para a fase final.

A Ucrânia, país que venceu a edição deste ano, com a canção "1944", interpretada por Jamala, conheceu também o seu mais alto índice de audiência, com 1,5 milhões de espectadores a assistirem à final.

A Alemanha, país que obteve a menor pontuação, destaca-se nos lugares cimeiros em termos de público do concurso televisivo, que este ano foi visto por 9,3 milhões de pessoas, naquele país, correspondendo a 36,8% do público registado pelos canais alemães.

Os dados revelados pela UER apontam ainda para um aumento do interesse das camadas mais jovens pelo concurso.

Dos espetadores que assistiram à final, em 40 países, cerca de 42,4% foram "jovens, entre os 15 e os 24 anos", refere a UER.

De acordo com a mesma fonte, as audiências 'online' em todo o mundo somaram 2,6 milhões visualizações ao vivo, em 196 territórios, durante os três espetáculos transmitidos pela 'Eurovision.tv' e pelo 'YouTube', atingindo um total de 5,3 milhões de pedidos 'on-demand'.

Baseado no festival de música de São Remo, o primeiro festival Eurovisão da Canção teve lugar no dia 24 de maio de 1956, com a participação da França, a então Alemanha Ocidental, a Itália, a Holanda, o Luxemburgo, a Bélgica e a Suíça.

No ano seguinte juntaram-se o Reino Unido, a Áustria e a Dinamarca e, em 1959, o Mónaco.

Portugal iniciou a sua participação em 1964, tendo estado ausente da fase final este ano assim como em 1970, 2000, 2002, 2013.

Lusa