Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

“As celebridades deviam fazer segredo das suas escolhas para Presidente da América”. Quem diz isto não se tem calado

Gene Simmons falou sobre as presidenciais norte-americanas, em entrevista ao Guardian

Depois de causar polémica com as suas afirmações acerca da morte de Prince - pelas quais pediu posteriormente desculpa - Gene Simmons, dos Kiss, voltou a falar aos jornais. Numa entrevista ao britânico The Guardian, o músico falou sobre as próximas eleições presidenciais nos Estados Unidos.

Questionado sobre se votaria em Donald Trump, Simmons foi conciso: "conheço-o há anos, mas isso não quer dizer que vá votar nele", afirmou. E prosseguiu: "as celebridades deviam calar-se [em relação à política], porque muitos dos seus fãs irão votar [em alguém] só porque a sua banda preferida disse para o fazerem".

Em relação aos músicos que se insurgiram contra a nova lei anti-LGBT na Carolina do Norte, Simmons foi mais diplomático - e mostrou-se, também ele, contra a legislação em questão. "Isso não é uma questão política, é uma questão de direitos humanos", disse.