Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Misfits: o regresso de uma lenda

A formação clássica da banda punk norte-americana irá regressar aos palcos em setembro

De entre todas as reuniões que têm acontecido no mundo rock, poucas serão tão improváveis quanto esta: a formação clássica dos Misfits irá regressar aos palcos em setembro, para dois concertos no Riot Fest, mais de 30 anos após a sua separação.

"Improvável", porque ao longo desse período o baixista Jerry Only e o vocalista Glenn Danzig envolveram-se em várias batalhas judiciais e trocas de palavras - que parecem, agora, pertencer ao passado. Tanto Only como Danzig serão acompanhados, uma vez mais, pelo guitarrista Doyle Wolfgang von Frankenstein.

Os Misfits irão atuar no Riot Fest, que se realiza nas cidades norte-americanas de Chicago e Denver de 2 a 4 de setembro e de 16 a 18 de setembro, respetivamente. Não existem ainda quaisquer informações sobre outros concertos para além destes dois, ou sequer sobre se, após o Riot Fest, esta reunião se manterá.

Formados em 1977, os Misfits são uma das bandas punk mais influentes de sempre, inspiração para grupos como os Metallica ou os Guns N' Roses e criadores de um género muito próprio, o horror punk - que é como quem diz, punk rock influenciado por filmes de terror e pela subcultura gótica.

Ao longo da sua curta existência, de 1977 a 1983, os Misfits "clássicos" editaram dois álbuns e vários singles que hoje fazem parte do cânone punk rock, como "Last Caress", "Skulls" ou "Hybrid Moments". Em 1995, voltariam ao ativo, mas sem Glenn Danzig e após uma batalha judicial com este pelo direito a utilizar o nome e a iconografia Misfits.

Ainda que de 2004 a 2006 Doyle von Frankenstein se tenha juntado a Danzig na digressão deste, na qual tocaram juntos várias canções dos Misfits (tendo-o repetido já esta década), tal não deixava antever a possibilidade de uma reunião; até porque, há apenas dois anos, Danzig voltou a processar Only por utilização indevida do nome da banda.