Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Sinéad O'Connor

Sinéad O’Connor responde a Arsenio Hall: “suck my dick”

Troca de galhardetes entre a artista irlandesa e o apresentador e comediante americano continuam

Sinéad O'Connor já reagiu ao processo que foi instaurado contra ela pelo comediante e apresentador Arsenio Hall, que exige 5 milhões de dólares (cerca de 4 milhões e 400 mil euros) por difamação depois de ela o acusar de ser o dealer de Prince e de um dia a ter drogado em casa do ator Eddie Murphy.

"Estou muito mais divertida do que achei que uma pessoa poderia ficar e espero ansiosamente por ver o quão hilariante vai ser vê-lo tentar provar que eu estou errada", escreveu a artista no Facebook, "também estou muito contente por saber que a DEA me levou a sério e está a questionar todos os amigos de Prince dos últimos trinta anos quanto à sua conhecida história de uso de drogas duras e de onde obtinha as suas drogas. Não gosto de drogas a matar músicos e não gosto do Arsenio Hall. Ele pode chupar-me a pila".

A cantora irlandesa refere-se ao facto de, depois do seu post original, a DEA (agência americana que combate o tráfico de droga) ter revelado que se juntou à investigação da morte de Prince para perceber quem lhe forneceria os analgésicos que tomava.