Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Talking Heads: estará à vista uma reunião?

Correm rumores de que a banda de “Psycho Killer poderá voltar a juntar-se

Os Talking Heads podem estar prestes a regressar ao ativo. Segundo o website Gigwise, a banda de David Byrne, Chris Frantz, Tina Weymouth e Jerry Harrison estará neste momento a trabalhar num novo álbum e numa subsequente reunião.

O rumor havia sido lançado em março por Joe Rock, radialista da WWMO, estação de Orlando, Flórida. Agora, outras fontes indicam que já existirão pelo menos oito novos temas gravados, sendo que a banda pretende manter, para já, o secretismo. Ainda de acordo com essas mesmas fontes, a digressão dos Talking Heads só ocorreria em 2017.

Segundo o website Louder Than War, o baterista Chris Frantz, ao ser confrontado com tais rumores, respondeu simplesmente "pode ser verdade".

A confirmar-se esta notícia, o mundo da música estaria perante o regresso de uma das mais aclamadas bandas da história. Formados em 1975, os Talking Heads mudaram a face da pop através de discos como 77, Fear Of Music e, principalmente, Remain In Light.

A banda chegaria ao fim em 1991, tendo David Byrne prosseguido uma (igualmente aclamada) carreira a solo. Em 1996, deu-se uma primeira tentativa concreta de reunião, rejeitada pelo vocalista e que resultou no álbum No Talking, Just Head, por parte dos três restantes membros - e num processo judicial por parte do cantor, que impediu os colegas de usar o nome Talking Heads.

Já em 2002, aquando da sua entrada no Rock And Roll Hall Of Fame, os Talking Heads juntar-se-iam pela última vez, tendo interpretado três dos seus temas clássicos: "Life During Wartime", "Psycho Killer" e "Burning Down The House".

À altura, Byrne disse que uma reunião estava fora de questão, assumindo que ainda existiam vários problemas entre os membros da banda. Já Weymouth descreveu-o como "um homem incapaz de devolver amizade". Tudo estará, ao que parece, sanado.