Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Sinéad O'Connor afirma que Arsenio Hall era o dealer de Prince

A cantora irlandesa partilhou (mais) um post bizarro na sua página oficial no Facebook

Pode dizer-se que a carreira de Sinéad O'Connor começou a tomar realmente forma aquando da edição de "Nothing Compares 2 U", canção de Prince imortalizada pela cantora irlandesa. Esta semana, O'Connor falou sobre a morte do músico - mais concretamente, do culpado pela mesma.

Segundo a irlandesa, será Arsenio Hall, comediante e apresentador de televisão norte-americano, o responsável pela morte de Prince. O'Connor acusa-o de ter facultado ao músico as drogas que acabaram por conduzir à sua morte, e diz ainda que já notificou as autoridades. Não apenas isso, como ainda o acusa de a ter drogado em casa de Eddie Murphy, há vários anos.

Lamentavelmente, este não é o primeiro post bizarro que Sinéad O' Connor partilha no Facebook; em dezembro passado, a cantora escreveu uma carta onde se dizia abandonada pela sua família, o que levou à sua tentativa de suicídio.