Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Prince

Os últimos dias de Prince, segundo o cunhado

Maurice Phillips diz que o músico trabalhou por seis dias seguidos sem parar

Poderá ter sido o cansaço extremo a causar a morte de Prince. Segundo o seu cunhado, Maurice Philips, recentemente o músico trabalhou seis dias seguidos, sem parar.

"Estive com ele no passado fim de semana. Era um bom cunhado", disse Maurice Philips, marido da irmã de Prince, Tyka Nelson, à saída da cerimónia fúnebre organizada pela família do músico em sua honra. "[Até quinta-feira] trabalhou 154 horas seguidas, sem dormir".

Aliado ao cansaço, o músico estaria de fraca saúde. Um dos empregados da loja de discos Electric Fetus, onde Prince comprou alguns álbuns no Record Store Day, contou que o músico "tinha um ar pálido, não estava na forma em que costumava estar".

Prince foi encontrado morto num elevador na sua casa em Minneapolis, que também funcionava enquanto estúdio, na passada quinta-feira. As autoridades ainda estão a investigar o caso, tendo já afastado a hipótese de suicídio.