Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Zé Pedro

“Será justo morrer tanta gente de quem gosto?” escreve Zé Pedro sobre Prince

Guitarrista dos Xutos & Pontapés reagiu à morte do músico norte-americano, dizendo “é um dia de luto para mim, é um dia de luto para a arte”

Zé Pedro, guitarrista dos Xutos & Pontapés, também já reagiu à morte de Prince, mostrando-se incrédulo no Facebook: "morreu Prince????? Será justo morrer tanta gente de quem gosto? Será justo ver desaparecer de repente tanta gente boa? Qual a escolha para quem vai e para quem fica?".

"Como é possível ver morrer num curto espaço de tempo tantos que me acompanharam, tantos que me deram coisas realmente boas, que me fizeram sonhar, que me deram ânimo para virar a minha própria vida?", continua, "algumas das vezes até podia não conhecer pessoalmente, como era o caso do Bowie, do Michael Jackson ou do Prince, mas o legado que me deixam é imenso".

O músico recorda também o "Amigo Pedro", referindo-se ao fotógrafo e realizador Pedro Cláudio, que, entre muitos outros artistas, fotografou os Xutos & Pontapés e realizou vídeos para os Ladrões do Tempo: "porque é que desapareceram tão cedo? Porquê?? Hoje sinto-me triste. Deixou-me o meu Amigo Pedro... Deixou-me o genial Prince... Nada tem lógica. É um dia de luto para mim. É um dia de luto para a arte. Oxalá estejam bem e que possam descansar em Paz!!!!".

Ao Correio da Manhã, Zé Pedro disse também: "o Prince foi um génio na maneira como se apresentou, na maneira como esteve na música. O último concerto que vi dele, no Coliseu foi extraordinário, de um músico de exceção".