Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

MEO Marés Vivas

Hugo Sousa

Marés Vivas: Câmara de Gaia tece graves acusações a ambientalistas

Presidente da cidade acusa os responsáveis ambientais de “vingança mesquinha”

O presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, Eduardo Vítor Rodrigues, teceu acusações à associação ambientalista que contesta a realização do festival MEO Marés Vivas junto ao estuário do rio Douro, no Parque Urbano de S. Paio.

Em declarações citadas pelo Jornal de Notícias, Vítor Rodrigues disse tratar-se de uma "mera vingança mesquinha", defendendo que nunca antes o festival tinha sido contestado e realizava-se apenas a "900 metros" do local onde se vai realizar este ano.

"Não será por umas centenas de metros de distância que o impacto nascerá, nem os decibéis aumentarão", considera o presidente de Gaia, citando o parecer favorável, desde que fossem implementadas algumas medidas, da Comissão de Acompanhamento do festival, criado pelo Ministério do Ambiente a pedido da autarquia e da promotora do festival.

Vítor Rodrigues considera que a referida "vingança" se deve ao facto de o Movimento SOS Estuário do Douro estar descontente com o "corte do financiamento confidencial à Quercus (...) de 15 mil euros por ano, assinado no mesmo ano em que desmataram por completo a Quinta Marques Gomes. E o descontentamento pelo fim dos ajustes diretos a uma empresa de árvores e jardins que ganhou dezenas de milhares de euros de ajustes diretos da Câmara e das Águas de Gaia nos anos anteriores".

Recorde-se que a promotora do Marés Vivas, PEV Entertainment, vai levar a associação ambientalista a tribunal, acusando-a de "terrorismo" por ter tentado convencer os artistas confirmados a não atuar no festival.

A edição deste ano do MEO Marés Vivas realiza-se entre os dias 14 e 16 de julho, estando já confirmadas atuações de Elton John, James, Kelis, Rui Veloso, Jimmy P ou James Bay. Os bilhetes estão à venda nos locais habituais: €30,00 custam os de um dia e €60,00 os de três dias.