Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Freddie Mercury tinha uma voz inigualável. Quem o diz é a ciência

Um grupo de investigadores austríacos, checos e suecos analisou o registo vocal do falecido líder dos Queen

Freddie Mercury é, para muitos, o maior vocalista de sempre - tanto, que mesmo quem não seja fã dos Queen o consegue reconhecer. E, agora, um estudo científico da sua voz parece dar-lhes razão.

Um grupo de investigadores austríacos, checos e suecos passou os últimos anos a analisar a voz de Freddie Mercury, tendo reunido as suas descobertas e conclusões num trabalho entretanto publicado no Logopedics Phoniatrics Vocology​, jornal oficial da British Voice Association.

Uma das suas descobertas foi a de que Mercury, apesar de ser reconhecido como tenor, era provavelmente barítono, tendo para tal analisado seis entrevistas do músico e descoberto uma frequência média de fala de 117.3 Hz.

Não só isso, como ainda contrataram um vocalista profissional, Daniel Zangger-Borch, para imitar a voz de Mercury, de forma a poder filmar a sua laringe e observar exactamente como o vocalista dos Queen criava a sua voz.

O trabalho de investigação completo pode ser consultado através deste link, mesmo que só confirme o que muitos já sabiam: Freddie Mercury possuía uma voz única.