Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

YouTube acha que 80% das pessoas nunca pagará pela música que ouvem

O website de partilha de vídeos está neste momento a negociar novos contratos de licenciamento com as editoras musicais

Segundo o YouTube, apenas 20% dos consumidores de música estará disposto a pagar por ela. Foi isto mesmo que disse um representante da empresa ao website Music Business Worldwide.

O YouTube, que está neste momento em negociações com várias editoras musicais de forma a garantir novos contratos de licenciamento, está a basear a sua proposta nesta ideia - oferecendo às editoras a hipótese de lucrar com o restante 80% que não compra música, através da publicidade presente nos seus vídeos.

O website de partilha de vídeos estima ainda que o mercado da publicidade valha cerca de 450 mil milhões de dólares, sendo que o plano do YouTube é dominar esse mesmo mercado, conquistando metade desse valor para si.

Contudo, as editoras ainda levantam suspeitas em relação a este modelo, já que a indústria do streaming ainda se encontra numa fase embrionária. Segundo o representante de uma das editoras, a proposta do YouTube é "fantasiosa".