Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Mais cancelamentos de concertos na Carolina do Norte devido a lei anti-LGBT: agora foi Ringo Starr

O músico britânico junta-se a Bruce Springsteen no boicote àquele estado norte-americano

Há mais um músico a cancelar concertos na Carolina do Norte devido à aprovação de uma lei discriminatória para com a comunidade LGBT. Desta feita foi Ringo Starr quem se juntou ao boicote.

Num comunicado à imprensa, o britânico pede desculpa aos seus fãs naquele estado norte-americano, mas diz que "é preciso tomar posição contra o ódio - espalhem paz e amor".

A lei, aprovada na passada semana pelo Governador Pat McCrory, do Partido Republicano, é considerada uma das mais anti-LGBT dos Estados Unidos. Não só proíbe indivíduos transgénero de utilizar a casa de banho do género com que se identificam, como também permite a um negócio ou empresa discriminar clientes com base na sua orientação sexual ou identidade de género.

O primeiro músico a insurgir-se contra a aprovação da lei foi Bruce Springsteen, que de imediato cancelou o concerto que havia marcado na Carolina do Norte. Outros artistas, como Cyndi Lauper, Gregg Allman ou Brandi Carlile mostraram a sua oposição à lei mas mantiveram os seus concertos naquele estado.