Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Bruce Springsteen apelidado de “rufia” por congressista norte-americano

Mark Walker, do Partido Republicano, não gostou que o Boss tivesse cancelado o seu concerto na Carolina do Norte

A decisão de Bruce Springsteen de cancelar um concerto que havia marcado na Carolina do Norte, em protesto contra uma lei discriminatória para com pessoas transsexuais, foi aplaudida por diversos sectores - excepto pelos conservadores do Partido Republicano, que redigiram e aprovaram a lei em questão.

Após o cancelamento do espetáculo, o congressista Mark Walker disse estar "desapontado" com o músico. "O Bruce é conhecido por ser um radical de esquerda e tem todo o direito a sê-lo, mas isto para mim é uma tática própria de um rufia", explicou.

Springsteen não foi o único a protestar contra a nova lei: A Disney e a Netflix ameaçaram mudar as suas produções para outro estado, ao passo que o website pornográfico xHamster bloqueou utilizadores da Carolina do Norte. Ontem, Bryan Adams cancelou um concerto no Mississippi devido a uma lei semelhante.