Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Bryan Adams cancela concerto em protesto contra lei anti-LGBT

O canadiano diz não poder atuar num estado onde está em vigor aquela que já é considera a lei anti-LGBT mais agressiva dos Estados Unidos

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

Bryan Adams cancelou um concerto no Mississippi, nos Estados Unidos, depois de naquele estado ser aprovada a Lei de Proteção da Liberdade de Consciência da Discriminação Governamental.

Esta lei, também conhecida como lei 1523, permite que as entidades, comerciais ou religiosas, privadas ou estatais, recusem atender pessoas da comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transexuais), mães solteiras e qualquer pessoa que ofenda as suas crenças religiosas.

Para Bryan Adams, esta lei é "incompreensível. Não posso atuar num estado em que certas pessoas veem ser-lhes negados os seus direitos civis devido à sua orientação sexual".

Veja aqui a mensagem de Bryan Adams.