Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

MEO Marés Vivas: aves impõem recolher obrigatório

Os concertos do festival de Gaia terão de acabar um pouco mais cedo, devido à proximidade de um local de abrigo e nidificação de aves

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

No próximo mês de julho, os concertos do festival MEO Marés Vivas, em Vila Nova de Gaia, terão de acabar um pouco mais cedo.

O início e o encerramento dos espetáculos acontecerá meia hora mais cedo, noticia o Jornal de Notícias.

A 14 de julho, primeiro dia do festival, em que atuam Elton John, Kelis e DAMA, a hora de fecho terá de ser ainda mais antecipada.

Em causa está a necessidade de minimizar o impacto dos espetáculos na Reserva Natural do Estuário do Douro.

Segundo o JN, esta é uma das recomendações da comissão de acompanhamento do MEO Marés Vivas, criada por despacho do Ministério do Ambiente em janeiro.

O recinto do MEO Marés Vivas fica a apenas 50 metros do areal onde as aves se abrigam e nidificam, temendo-se que o ruído dos concertos perturbe os animais.

Outras medidas de proteção das aves passam pela proibição de entrada de pessoas na reserva; pela monitorização do ruído e do comportamento das aves; pela colocação do palco principal de costas para o rio e pela instalação de barreiras acústicas.

A PEV Entertainment, que organiza o festival, irá contratar seguranças que impeçam a entrada de festivaleiros no areal, onde a ave borrelho faz ninho, para que os mesmos não sejam pisados.

Ainda segundo o Jornal de Notícias, a Reserva Natural do Estuário do Douro já serviu de refúgio a 120 espécies de aves.

A comissão de acompanhamento do MEO Marés Vivas solicitou ainda que os testes de som aconteçam em "horário que não coincida com os períodos de baixa-mar", altura em que as aves da se alimentam.

Durante os três dias do MEO Marés Vivas, os passeios da marginal ficarão fechados a partir das 18h e as ruas circundantes ao recinto serão enterradas ao trânsito. Haverá transportes públicos e parques de estacionamento "a uma distância aceitável".

O MEO Marés Vivas regressa a Vila Nova de Gaia nos dias 14, 15 e 16 de julho e os bilhetes, à venda nos locais habituais, custam 35 euros (um dia) e 60 euros (passe de três dias).

Veja abaixo o cartaz anunciado até ao momento.

14 de julho
Elton John
Kelis
D.A.M.A.
Foy Vance

15 de julho
James Bay
Kodaline
Lost Frequencies
Dengaz

16 de julho
James
Rui Veloso
Beth Orton
Tom Odell