Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Maior exposição sobre Rolling Stones abre amanhã. O que é o Stones Ism?

“Exhibitionism” abre os arquivos da banda ao público, de forma interativa, e fica em Londres até ao mês de setembro

Os Rolling Stones vão abrir amanhã (5 abril) os seus arquivos privados ao público na exposição "Exhibitionism", uma "experiência interativa" que se manterá na Saatchi Gallery, em Londres, até 4 setembro e que nas redes sociais é tratada como #stonesism.

"Mais de 550 objetos raros e originais dos Rolling Stones são as estrelas de uma experiência multimédia completamente imersiva", lê-se na página oficial da banda.

Entre os artigos expostos estarão indumentárias usadas em várias ocasiões, filmes, raros arquivos de som instrumentos originais e até uma reprodução do primeiro apartamento que a banda partilhou em Chelsea, em Londres.

A exposição esteve a ser preparada durante três anos, pelos promotores australianos Tony e Thea Cochrane, e teve a total cooperação de Mick Jagger, Keith Richards, Charlie Watts e Ronnie Wood.

São nove salas que ocupam dois andares da galeria, cada uma com uma decoração e ambiente diferentes, numa experiência que inclui até uma simulação em 3D da vida nos bastidores e em palco.

A exposição terá as portas abertas todos os dias entre as 10h00 e as 18h00 e os bilhetes custam entre os €15,00 e os €69,00, havendo também ingressos VIP por €75,00.

Em entrevista à Time Out londrina, o guitarrista Keith Richards disse, sobre a exposição, "tudo o que sei é que me tiraram metade do guarda-roupa! Ainda uso aquelas coisas. Não são história apra mim - são as minhas roupas. Vou encontrar mais. Vou dar um toque à minha velhota. É de onde vêm a maioria das minhas roupas".

Também à revista londrina, Mick Jagger confessa, "quando começámos a falar disto há uns cinco anos dissemos sempre que queríamos ter muito espaço para albergar os nossos objetos de palco (...) é o oposto de uma exposição convencional, de certa forma, porque é muito real. Não vai ser previsível, tem algumas reviravoltas".