Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Trainspotting, 20 anos depois: vai mais uma dose?

Na BLITZ de abril, antecipamos a sequela de Trainspotting, que deverá chegar este ano às salas de cinema - 20 anos depois do filme original. Leia aqui parte do artigo

Lia Pereira

Lia Pereira

Jornalista

20 anos depois, cremos que não corremos o risco de estragar o fim do filme a alguém. Depois de uma fascinante e decrépita aventura, adaptada com brilhantismo do livro de Irvine Welsh, Mark Renton, o protagonista de Trainspotting, acabava o filme a fugir com o dinheiro dos amigos e a jurar aderir ao quotidiano seguro e confortável cujo manifesto terá estado colado, na forma de poster, na parede de tanto adolescente dos anos 90. «Choose life. Choose a job. Choose a career. Choose a family. Choose a big fucking big television…» – se este mantra lhe soa familiar, poderá gostar de saber que, talvez ainda este ano, os anti-heróis de Trainspotting regressarão ao grande ecrã, interpretados pelos mesmos atores que no glorioso ano de 1996.

A ideia já fervilhava há alguns anos, mas ia sendo posta de parte por várias razões, como a aparente relutância de Ewan McGregor, que há duas décadas deu vida a Mark Renton, em ressuscitar a personagem. Danny Boyle, que desde Trainspotting realizou filmes como A Praia, 28 Dias Depois ou Quem Quer Ser Bilionário, chegou a dizer que preferia esperar que o elenco original da sua distopia heroinómana envelhecesse, para tornar mais convincente no ecrã a passagem do tempo.

Discutida chegou também a ser a possibilidade de basear a sequela em Porno, o livro que Irvine Welsh escreveu a seguir a Trainspotting – mas que Boyle considera ser inferior à «obra-prima» inicialmente editada em 1993.

Eis-nos pois em 2016, ano em que a segunda «dose» de Trainspotting é uma realidade. As filmagens deverão começar em maio e é de esperar que, ainda este ano, possamos saber o que aconteceu a Renton, Spud, Sick Boy, Begbie e Diane.

Leia o artigo completo na BLITZ de abril, já nas bancas (capa: Bruce Springsteen)