Blitz

Uma parceria com o jornal EXPRESSO

siga-nos

Perfil

Notícias

Getty Images

Morte de Keith Emerson, dos Emerson, Lake & Palmer, foi suicídio

Causa da morte do teclista foi confirmada pelo médico legista

É oficial: Keith Emerson, teclista da banda de rock progressivo Emerson, Lake & Palmer suicidou-se na passada semana, aos 71 anos. O músico havia sido encontrado em sua casa com um tiro na cabeça.

A causa da sua morte foi confirmada pelo médico legista encarregue do caso, que divulgou também que a autópsia evidenciou que Emerson sofria de problemas no coração.

A namorada do músico, Mari Kawaguchi, confidenciou ao jornal britânico Daily Mail que Keith Emerson vinha sentindo, de há uns anos para cá, imensas dores ao nível muscular e nervoso, na sua mão direita.

Tal facto terá contribuído para a depressão do teclista, que receava não poder voltar a tocar o seu instrumento com a mestria que lhe era reconhecida.

Segundo Kawaguchi, os comentários deixados online após os seus últimos concertos com a banda afectaram-no profundamente. "Ele era uma alma sensível. No ano passado, deu alguns concertos e as pessoas depois comentavam 'quem me dera que ele parasse de tocar'. Ele tinha medo de não ser bom o suficiente", revelou.

A namorada de Emerson acrescentou ainda que o músico estava a planear a sua reforma após uma digressão pelo Japão. "Ele não queria desapontar os fãs. Era um perfeccionista, e a ideia de que não poderia tocar na perfeição deixava-o deprimido, nervoso e ansioso".